Mecanismo de inibiÇÃo de atp seletivo

Em 1997, a Universidade de Purdue em Indiana EUA, publicou informações com promissoras novidades sobre as acetogeninas Annonaceous " . . . não somente são eficazes anti tumorais contra tumores que desenvolveram resistência aos agentes anti câncer, mas também parecem possuir uma afinidade especial para tais células resistentes. Em várias entrevistas após a publicação desta informação, o chefe da Farmacologia de Purdue na pesquisa , explicou como funciona. De acordo com sua explicação, as células cancerígenas que sobrevivem à quimioterapia podem desenvolver uma resistência ao agente originalmente usado como à outras drogas desconhecidas. Este fenômeno é chamado de resistência à múltiplas drogas (RMD). Uma das alternativas pelas quais as células cancerígenas desenvolvem resistência à quimioterapia, é através da criação de uma bomba de refluxo intercelular chamada de bomba mediadora de glicoproteína-P. Esses tipos de bomba são capazes de empurrar os agentes anticâncer para fora da célula, antes de matá-la. Em média, apenas 2 % das células cancerígenas em qualquer pessoa pode desenvolver este tipo de bomba. Mas são estes 2% que eventualmente crescem e se expandem para criar os tumores resistentes a múltiplas drogas. Algumas das pesquisas com acetogeninas mostraram que elas foram capazes de expulsar estes complexos, e até mesmo matar tumores RMD (tumores resistentes à múltiplas drogas). Pesquisadores de Purdue reportaram que as acetogeninas preferencialmente matam células cancerígenas resistentes a múltiplas drogas, bloqueando a transferência de ATP- a mais importante fonte de energia celular- em seu interior. Uma célula tumoral necessita de energia para crescer e se reproduzir, além de manter a capacidade da bomba de expulsar os agentes que atacam estas células tumorais. Ao inibir a energia da célula , o fluxo da mesma para a bomba é interrompido e portanto, quando as acetogeninas bloqueiam o ATP da célula tumoral o tempo todo, a célula fica sem energia suficiente para a manutenção de todos os processos e morre. As células normais também desenvolvem esse tipo de bomba; porém, elas não requerem grandes quantidades de energia para seu funcionamento e geralmente não são afetadas pelos inibidores de ATP. Pesquisadores de Purdue reportaram que 14 acetogeninas diferentes testadas, demonstraram potentes propriedades bloqueadoras de ATP ( muitas encontradas somente na graviola). Eles também reportaram que 13 destas 14 acetogeninas testadas, foram mais potentes contra células RMD de câncer de mama em comparação a todas as três drogas utilizadas como padrão de controle(adriamicina, vincristina,e vimblastina).

Ver mais

18 Fevereiro 2016

Ligue-nos: +(351) 291 223 721

9am to 12am and 1pm to 6pm